fbpx

Machine learning para planejar, produzir, vender e mais outras incontáveis possibilidades para o seu negócio

Quando Arthur Samuel, cientista norte-americano na área da Computação, criou o termo machine learning no final da década de 1950 – e descreveu-o como um campo de estudos que dá aos computadores a habilidade de aprender sem terem sido programados para tal –, as tecnologias ligadas à Informática ainda eram um mistério à maioria das pessoas e empresas.
Após a chegada e a evolução exponencial da internet e dos estudos realizados nos mais importantes centros de pesquisa do mundo, a machine learning – como uma categoria da inteligência artificial – se tornou uma tecnologia popular, inclusive atuando como “personagem” de filmes de ficção científica hollywoodianos.

Incontáveis possibilidades

A machine learning (ou aprendizado de máquinas) está hoje presente em várias atividades das empresas de todos os segmentos de mercado, seja para planejar, produzir, vender ou se relacionar com seus públicos. Recomendações personalizadas de produtos e serviços em lojas virtuais e apps baseados em navegação por satélite, como o Waze, são alguns exemplos básicos de aplicação.
E o atendimento online de companhias telefônicas, planos de saúde etc., em que um atendente virtual responde a perguntas feitas pelos clientes? Está aí uma boa amostra de como o aprendizado de máquinas vem possibilitando a entrega de serviços ao cliente, por meio da interação entre pessoas e robôs. E esse formato de atendente virtual está sendo empregado por muitas organizações internamente para que seus funcionários possam receber informações e serviços internos mais rápidos e eficazes, como suporte de TI. Rotinas administrativas – operacionais ou com alto nível de complexidade – podem ser realizadas por robôs, permitindo aos funcionários terem mais tempo para dar atenção a atividades nas quais a presença humana é imprescindível.
Os novos conceitos relacionados à transformação digital, como Omnichannel (multicanal de vendas) e Indústria 4.0 (quarta revolução industrial), também se vinculam diretamente ao aprendizado de máquinas. E outros exemplos de aplicação são a análise automatizada de atendimento a serviços de manutenção, detecção de fraude e avaliação de tendências e comportamento de consumidores.

Algoritmos sofisticados

Um item interessante dessa nova tecnologia é o rompimento do paradigma atual de programação, no qual o processamento é pensado e executado por programadores após uma análise dos dados, sendo reprogramado continuamente pelos profissionais devido a mudanças nas informações. Na machine learning, é criado um algoritmo sofisticado que identifica padrões e gera novos algoritmos. Quanto maior for o volume de dados possível de acessar, mais os algoritmos compreenderão o sistema, pois são treinados por meio de dados que incluem as respostas corretas.

Machine learning embarcada em softwares de gestão

Como são muitas as utilidades, é necessário um estudo aprofundado dos processos para entender a real necessidade e, por fim, a implantação da solução ideal. A plataforma de negócios SAP S/4HANA, disponibilizada pela ITS Group ao mercado, já conta com funcionalidades suportadas pela machine learning. Também há possibilidades de implantação das tecnologias em processos específicos. Para isso, há softwares dedicados, como a plataforma SAP Leonardo Machine Learning.

Para implementar sistemas como esses, o núcleo de inovação da ITS Group, em parceria com Sky ID, dispõe da expertise necessária voltada a oferecer a melhor consultoria para investimentos em machine learning.



Deixe uma resposta