fbpx

A cultura colaborativa como ferramenta para impulsionar os negócios

Ao assistir ao mais recente episódio de “Black Mirror”, que vem gerando burburinho nas redes sociais e rodas de amigos, me veio à cabeça o quanto velhos costumes estão se transformando, fazendo com que as pessoas saiam da passividade e assumam cada vez mais voz ativa na tomada de decisões. Se você ainda não acessou o Netflix para conferir, trata-se basicamente de um capítulo interativo, no qual o espectador escolhe os caminhos em determinadas cenas, colaborando para que a narrativa chegue a um dos muitos desfechos previstos.

E se a gente parar pra pensar, essa mentalidade colaborativa é uma realidade que abraça o nosso dia a dia, impulsionada principalmente pela Internet. Alguma vez na vida você inseriu informações no aplicativo Waze ou compartilhou conteúdo no site Wikipedia? Se ainda não fez, certamente algum amigo ou conhecido seu já.

Mas claro que a troca de conhecimentos e ideias em favor de um propósito comum não se restringe apenas ao mundo virtual, muito menos ao âmbito do entretenimento. Essa é uma realidade que figura inclusive no meio corporativo, no que chamamos de cultura colaborativa.

Mas do que se trata a cultura colaborativa?

As empresas já perceberam que a participação de todos em favor de objetivos específicos ou gerais é fundamental para o sucesso do negócio. Juntas, as pessoas têm mais possibilidades de criar soluções, de pensar diferente, de trabalhar “fora da caixa”. Dá pra imaginar, por exemplo, a gama de possibilidades na construção da estratégia de uma empresa quando ela é feita coletivamente?

Então, a cultura colaborativa diz respeito justamente a isso: ao pensar junto, à troca de ideias, ao compartilhamento de experiências. Tudo em favor de um objetivo comum. Para que você fique por dentro do tema, listo abaixo seus principais benefícios e como esse comportamento pode ser fomentado nas organizações.

Benefícios da cultura colaborativa para as empresas:

– Reciclagem de métodos ultrapassados com base no conhecimento do grupo;
– Valorização e motivação dos colaboradores, tornando-os agentes da transformação;
– Estimulação da criatividade para inovar;
– Mais comunicação entre as equipes;
– Descoberta de novos talentos e potenciais lideranças.

Como reforçar a cultura colaborativa no seu negócio:

– Permita que os colaboradores tenham liberdade para expor suas ideias;
– Incentive o trabalho em equipe e foque mais no reconhecimento coletivo do que no individual;
– Forneça canais de comunicação para o compartilhamento de ideias que sejam acessíveis a todos;
– Ofereça espaços físicos colaborativos, como salas de reuniões ou de descanso. O ambiente de trabalho influencia muito no entrosamento das equipes.

Como uma empresa focada em consultoria de negócios e catalisadora de oportunidades, a ITS também investe na cultura colaborativa. Junto aos clientes e de forma personalizada, construímos as melhores soluções em plataformas para todo o ciclo de gestão empresarial.

 



Deixe uma resposta