Transformação Digital: negócios competitivos e ágeis

Você sabia que, mesmo sem perceber, o seu negócio já está inserido na Transformação Digital? Repare em como a internet vem sendo utilizada para que seu negócio se comunique com seus clientes (site, redes sociais etc.) e também como a comunidade interna está mais integrada por meio do digital (intranet, aplicativos de comunicação instantânea, entre outros). Tudo isso viabiliza melhorias na comunicação e facilita o compartilhamento de informações e arquivos, por exemplo.

Num nível mais profundo, basta notar como a tecnologia está mais viável, mais barata e rápida de ser implementada. Para se ter uma ideia, de acordo com a Consultoria IDC, as empresas da América Latina devem investir até o final de 2016 cerca de 139 bilhões de dólares em soluções e serviços de computação em nuvem, Big Data, mobilidade etc.

O impacto na prática

A partir do momento em que a Transformação Digital ocorre na gestão empresarial, a empresa passa a responder com maior agilidade tanto às demandas de seus clientes quanto aos projetos que estão sendo desenvolvidos.

Em segundo lugar, como os negócios empresariais estão cada vez mais velozes, é preciso sempre pensar no hoje e no amanhã; e o amanhã não diz respeito ao longo prazo, porque as pessoas, cada vez mais acostumadas à velocidade tecnológica, estão aguardando suas respostas, de preferência, de imediato.

A questão é se adaptar para sobreviver a esse novo mundo. Não adianta simplesmente evitar ou fugir dessa era tecnológica, pois o mercado está muito competitivo. O mesmo vale para o gestor que pretende organizar sua empresa antes de migrar para essa tecnologia. Se a sua organização não estava funcionando muito bem sem a tecnologia, pode ser que ao integrá-la aos seus processos de gestão, a empresa se aprimore mais rapidamente. O jeito é não ficar parado. É preciso se adaptar o quanto antes.

Gestão completa

A era digital já está aí. Conforme os dias passam, é só questão de tempo para novas startups surgirem e para que a Transformação Digital aplicada à gestão se torne algo mais concreto, definitivo e, de certa forma, obrigatório. Quando você alia sua empresa a um modelo de gestão tecnológica, você não está incorporando apenas uma ferramenta, e sim aprimorando um componente que antes não era viável devido ao baixo número de tecnologias existentes.

Uma gestão que reúne os principais elementos da Transformação Digital acaba integrando as diversas áreas da empresa e facilitando o compartilhamento, a manutenção e o controle de informações. Ou seja, a dinâmica de trabalho muda e torna-se muito mais assertiva. A gestão integrada, possibilitada pelo desenvolvimento de programas, plataformas e softwares, é o que há de mais avançado em termos de gestão empresarial.

Integração entre canais

A Transformação Digital não impacta apenas na gestão da empresa. Os clientes também desejam a integração, e neste caso, ela deve ocorrer entre os diferentes canais onde sua empresa se encontra presente. As estratégias omnichannel, que podemos resumir como sendo a presença da empresa em todos os canais de vendas de forma integrada, dependerá também de uma gestão integrada e conectada às transformações cada vez mais velozes do mundo digital.

Enquanto o gestor espera que a tecnologia lhe dê ferramentas para otimizar os processos, diminuir os custos, melhorar a produtividade e oferecer uma ótima experiência de compra ao consumidor, este, por sua vez, espera que a tecnologia garanta liberdade para escolher em qual canal comprar;  experiências de compra satisfatórias; e que tudo corra de forma simples e ágil. Portanto, embora a Transformação Digital atue em duas frentes, moldando as expectativas de quem vende e de quem compra, uma gestão que utilize o seu impacto positivo estará sempre à frente e responderá aos anseios do novo consumidor.

Para se ter uma ideia, no relatório Digital Transformation in the Age of the Customer, os pesquisadores descobriram que melhorar a experiência do cliente (21%) superou o crescimento das receitas (17%) como a primeira prioridade de negócios ao longo de 2016. Além de estarem abertas à adoção de tecnologias disruptivas, as empresas estão concentrando seus esforços para tornar as interações com clientes mais envolventes. O relatório constatou 63% delas estão planejando melhorar a experiência online e 46%  estão interessadas em explorar melhor a mobilidade (tanto nos processos internos quanto na interação com o mercado).

O que é inevitável é perceber que a Transformação Digital dará a tônica dos negócios daqui para frente. Não é mais possível vislumbrar um futuro no mercado sem o aproveitamento de tecnologias e práticas digitais.

Sua empresa está preparada para a era da Transformação Digital? Responda aqui nos comentários.

Eliziel Rodrigues
Sem comentários.
Comente