Panorama Fiscal Brasileiro

A legislação brasileira é complexa não somente pelas constantes mudanças, mas também pelas dificuldades de interpretação. Muitas vezes, devido as lacunas de entendimento e o curto prazo de adaptação de uma nova regra ou procedimento fiscal, a empresa precisa decidir entre seguir um rumo mais conservador ou arrojado. Além disso, é necessário controlar e gerenciar uma grande  quantidade de impostos distribuídos em três esferas: federal, estadual e municipal, procurando sempre evitar o pagamento de juros e multas.
>> Lista de tributos nacionais: http://www.portaltributario.com.br/tributos.htm

Da mesma forma que as empresas brasileiras têm dificuldades para gerenciar sua área fiscal, o fisco também precisou inovar sua forma de atuação, a fim de garantir uma fiscalização mais eficiente e detalhada. Foi dessa forma que nasceu o projeto Sped, que mudou radicalmente a realidade das empresas.
>> Saiba mais sobre o Sped: http://sped.rfb.gov.br/

 

Novos desafios

Agora, os desafios das instituições aumentaram ainda mais, ou seja, além da preocupação com as constantes mudanças na legislação, elas passaram a enfrentar dificuldades tecnológicas, tais como: garantir dados transacionais gerados corretamente na primeira vez, realizar fechamento contábil e fiscal de forma mais eficaz, garantir visibilidade e transparência em seus processos,  montar um  plano de ação quanto aos erros identificados, adquirir  ferramentas que auxiliem e garantam a conformidade dos dados, entre outras. E somente depois disso, ter fôlego para  realizar o tão desejado e esperado planejamento tributário.

 

É hora de repensar!

Se a sua empresa se identificou com este cenário, é momento de parar para refletir! Cabe ressaltar que entre os anos de 2012 e 2015, o fisco arrecadou cerca de 573 bilhões de reais em autuações.  Portanto, é necessário analisar o risco de  suas operações atuais, repensando o quanto de retrabalho é realizado para a entrega dos reportes fiscais, os riscos eminentes em operações realizadas atualmente , as oportunidades em sua gestão fiscal, além de manter a saúde de seus negócios frente a esta realidade.

Karen Rodrigues
Sem comentários.
Comente