O que é transformação digital e por que as empresas devem se adequar?

Um caminho sem volta. Podemos caracterizar a transformação digital nos dias de hoje dessa forma. Mesmo que os avanços tecnológicos ainda não tenham chegado de maneira uniforme a todos os setores econômicos e a todas as regiões do Brasil, não há dúvida de que a informática afeta as cadeias produtivas de maneira geral.

Se no passado, a tecnologia da informação (TI) atuava somente como suporte para algumas áreas de um negócio, atualmente ela está disseminada em todo o ciclo produtivo de várias organizações. Nesse sentido, a transformação digital não se trata de um modismo do século XXI, mas uma mudança de paradigma que surgiu para revolucionar a economia.

Veja, em seguida, por que essa modificação é tão importante nos dias de hoje e por que a sua empresa não pode ficar de fora.

O que é a transformação digital?

A linguagem binária, marcada pelos “zeros” e “uns” dos computadores, constitui apenas os primórdios da migração do analógico para o digital. A criação do computador pessoal (desktop) e de softwares com interface amigável contribuiria mais tarde para a popularização da informática.

Ainda assim, até o final do século passado, a tecnologia da informação não estava acessível a todos os negócios, seja por falta de infraestrutura adequada, por ausência de sistemas específicos para todos os segmentos de empresa ou por escassez de recursos.

A partir do século XXI, a transformação digital começou a ganhar traços mais intensos. Inicialmente, os softwares eram vistos como facilitadores do trabalho humano, para gerar aumento de eficiência e, consequentemente, de produtividade.

À medida que a transformação digital se aprofunda, com o processo de migração de atividades manuais para informatizadas, mudanças significativas ocorreram na economia. Fluxos e rotinas de trabalho se alteraram com a difusão da tecnologia da informação nas empresas.

Com o tempo, começaram a surgir negócios exclusivamente digitais, com a conexão de pessoas e estabelecimentos em diferentes pontos do país e até do mundo. No cenário em que vivemos, a transformação digital interconectou as atividades econômicas de uma forma nunca antes vista.

Com o nível tecnológico atual, um gestor pode tomar decisões a distância acerca de empreendimentos de diversas partes do mundo, com um alto grau de confiabilidade das informações. Com tantas mudanças nas técnicas e nas ferramentas, os negócios se viram obrigados a se adaptar à nova realidade, para se manterem competitivos no cenário vigente.

Quais os benefícios da tecnologia da informação nos negócios?

Automatizar processos, aumentar a eficiência e a produtividade, garantir maior segurança para as operações, reduzir custos, proporcionar controle efetivo, elevar a competitividade etc. são alguns dos benefícios do uso da TI nas empresas.

Hoje em dia, é difícil enxergar uma organização sem um sistema de gestão ERP (do inglês, Enterprise Resource Planning). A transformação digital é tão intensa, que esse tipo de software não é exclusividade de grandes companhias, mas também é acessível a pequenas empresas.

Mesmo em setores ditos tradicionais, como o do agronegócio, o uso da tecnologia da informação se tornou um divisor de águas para a produtividade. Atualmente, o gestor pode acompanhar todo o fluxo da cadeia produtiva por meio de sistemas, por exemplo, da compra da semente à entrega da mercadoria.

Nesse caso, devido à exigência de controles rígidos por parte de compradores, como os de outros países, o setor do agronegócio passou a investir pesado na informatização de processos. Não é à toa que a agropecuária se mostrou resiliente durante a crise existente no Brasil a partir do segundo semestre de 2014.

Com a economia global interligada, o agronegócio brasileiro precisa se manter competitivo. Uma das maneiras de melhorar a produtividade é a utilização da TI para automatizar processos e, dessa forma, promover uma gestão eficiente de recursos produtivos.

Com o monitoramento de todas as etapas de trabalho e com a redução de perdas, a empresa consegue oferecer mercadorias mais competitivas tanto no mercado interno quanto no externo. Nesse sentido, a velha propriedade rural, marcada por processos rudimentares e pouco eficazes, perde cada vez mais espaço para agroindústrias modernas, com alta tecnologia empregada.

Por que a gestão informatizada deve ser estratégica para as empresas?

Como mencionamos antes, a TI não é vista mais apenas como um simples suporte para uma empresa, afinal, hoje em dia, a informática permeia praticamente todas as atividades produtivas. Em algumas áreas, como na gestão financeira, é difícil de imaginar o funcionamento de um departamento dessa área na atualidade sem o auxílio de softwares, concorda?

Embora facilite a execução de tarefas operacionais, de modo a proporcionar ganhos significativos de eficiência, a tecnologia da informação deve ser vista de forma estratégica pelas empresas. A transformação digital impõe às organizações o debate acerca do futuro dos negócios. Será que o seu empreendimento, como funciona na atualidade, seria competitivo daqui a cinco ou dez anos?

A tendência é de que cada vez mais a tecnologia seja inerente a maior parte dos negócios, senão de todos. Dessa forma, a TI passa a ser vista como indispensável para o êxito de uma empresa, ainda mais em um cenário de forte competitividade como o atual. Logo, não se trata mais de escolher entre usar ou não tecnologia, mas sim de optar entre os diferentes sistemas existentes no mercado.

Nesse contexto, a TI não faz mais parte somente do trabalho do Chief Information Officer (CIO), mas de todos os envolvidos com o planejamento estratégico da organização. Não podemos perder de vista que a inovação está muito ligada com a tecnologia e que os avanços dos sistemas ocorrem de modo veloz. Por isso, a empresa precisa tomar decisões rápidas e fundamentadas, para acompanhar a evolução da TI. Caso contrário, pode perder posições importantes no mercado, devido ao atraso na adaptação à realidade moderna.

Com a transformação digital, as organizações podem ter um nível de integração dos processos nunca antes visto. Diante de tantas oportunidades de melhoria, as empresas não podem abrir mão de aprimorar as gestões, afinal, o mercado de TI dispõe de softwares customizáveis para praticamente todos os segmentos de mercado.

Quer ficar por dentro das novidades a respeito da gestão informatizada e, assim, manter o seu negócio competitivo? Então, cadastre o seu e-mail em nossa newsletter e receba os nossos conteúdos diretamente em sua caixa de entrada.

Marcos Bernardes
Sem comentários.
Comente