A importância da tecnologia para efetivar os processos de RH

Do antigo departamento pessoal ao atual núcleo estratégico de gestão de pessoas, muita coisa mudou nos processos de RH. A mudança das últimas décadas é reflexo das transformações profundas nas próprias concepções do papel do capital humano no mundo dos negócios, que deixou de ser visto como mais uma peça de uma engrenagem para se tornar o maior ativo que uma empresa pode ter, um dos mais importantes fatores de sucesso de uma organização.

Com colaboradores cada vez mais empoderados, concorrência cada vez mais feroz na busca dos melhores talentos e um mercado consumidor diariamente mais exigente, não basta mudar conceitos: é preciso mudar e melhorar processos.

Nesse cenário, é imprescindível trazer inteligência de negócios para dentro dos métodos de seleção e recrutamento, bem como ao desenvolvimento de cursos de capacitação, avaliações de desempenho, gestão de folha de pagamento, gerenciamento de metas, promoções e comissionamentos.

Neste post, vamos mostrar o poder da tecnologia em RH no desempenho global de uma organização. Veja só:

As mudanças nos processos de RH

A consciência da complexidade dos mecanismos de motivação humana, a importância cada vez maior do trabalho em equipe e a percepção de que ter apenas dados não leva — por si só — uma empresa ao sucesso deram ao antigo RH um papel cada vez mais estratégico e menos operacional nas organizações.

Essa importância é destacada em pesquisas recentes, que mostram a relação íntima entre valorização dos funcionários e aumento de faturamento. Um estudo feito em 2015 por uma consultoria norte-americana mostrou que, nos Estados Unidos, 65% das empresas mais bem-sucedidas investem montantes superiores aos seus concorrentes em políticas de Gestão de Pessoas.

Isso inclui mudanças de estratégias mas também a implementação das mais modernas soluções de TI em RH. Vamos esmiuçar no que a tecnologia em gestão de pessoas pode agregar em uma empresa:

Melhor controle sobre o quadro funcional

Seu setor de pessoal tem que correr atrás dos funcionários periodicamente para atualizar cadastro? Seu (antigo) sistema de RH não tem integração com outras aplicações da empresa, impedindo, por exemplo, o disparo de e-mails de forma automática (em uma campanha de endomarketing)? A gestão das vagas em aberto é feita por meio de planilhas?

Processos obsoletos explicam por que algumas empresas têm sofrido tão mais do que outras durante a passagem do furacão chamado crise econômica. Especialmente em épocas de retração, é preciso que a empresa seja rápida, dinâmica e que tenha processos automatizados.

Não há como negar a diferença competitiva entre uma empresa com tecnologia em seus processos internos e outra, que relega a 2º plano as inovações da TI nos negócios. Imagine a economia de custos e rapidez de uma empresa que tenha acesso ao histórico de cada funcionário em um único sistema, com layout moderno, interativo e integrado (que pode ser acessado inclusive por meio de smartphones)?

Ou que tal uma empresa que emita relatórios de movimentação em segundos, tenha o controle da lotação ideal em cada setor calculado automaticamente, gestão de cargos e salários utilizando dados internos e externos (benchmarking, dados macroeconômicos, legislação trabalhista etc.), monitoramento constante da gestão de custos com folha de pagamento.

A tecnologia em RH permite um trabalho mais profundo com o capital humano dentro da empresa, o que se reflete diretamente nos dados financeiros no médio prazo!

Análise de competências mais assertiva e com menor tempo perdido

Muitas empresas usam atualmente sistemas de gestão em RH para avaliar as competências e o desempenho de seus colaboradores, fazendo do sistema de informação o começo para descobrir se os profissionais estão, de fato, nos cargos certos. Além disso, para conseguir desenvolver competências comportamentais que gerem impacto no negócio, é preciso compreender bem os gaps existentes em sua força de trabalho.

Com isso, torna-se imprescindível trabalhar com uma imensidão de indicadores de desempenho, que serão estruturados por meio de gráficos e relatórios contendo série histórica individualizada, demandas atuais do mercado, benchmarking internos etc. Tudo para não errar na potencialização das habilidades dos colaboradores.

Agora me diga, como fazer tudo isso manualmente? A equipe de gestão de pessoas perde produtividade com imensos relatórios em Excel; as chances de equívocos são altas; as conclusões, incertas. O que resultado é uma gestão de talentos ineficiente.

Avaliação de desempenho com identificação precisa da performance de cada colaborador

Peter Drucker dizia que

Não há nada tão inútil quanto fazer com grande eficiência algo que não deveria ser feito.

De fato, faz sentido. Quem trabalha em RH sabe o imenso tempo gasto na elaboração, aplicação e consolidação de uma avaliação de desempenho. O problema é que, para além do esforço empreendido, por mais competente que seja seu time de recursos humanos, não é possível cruzar montanhas de dados (tal como em uma avaliação de 360 graus) com a mesma eficiência do trabalho feito por uma solução de inteligência empresarial.

O resultado da falta de informatização no RH são inúmeros processos avaliativos com conclusões equivocadas, que não servem como guia para elaboração de treinamentos e que acabam desmotivando os funcionários.

Uma solução para RH automatiza a criação, emissão e aplicação da avaliação de desempenho, cruzando as respostas obtidas com uma infinidade de dados, no intuito de gerar um plano de ações preciso para o desenvolvimento de cada profissional, de forma individualizada. E o melhor: com o mínimo de tempo perdido pela equipe de RH — ainda que este seja responsável por centenas de colaboradores.

Recrutamento e seleção baseado em Ciência de Dados

Como atrair os melhores talentos? Além de uma política sólida de RH, ter ferramentas que auxiliem na identificação e no cruzamento de perfis com os requisitos do cargo é fundamental para encontrar a pessoa certa para determinada oportunidade. E também mantê-la por mais tempo na empresa, de forma produtiva.

De acordo com a Consultoria Bersin&Associates, as empresas que contam com estratégias de RH integradas aos negócios têm 40% menos rotatividade e o dobro de produtividade por colaborador. Não é um dado desprezível.

Folha de pagamento: agilidade automatização no cálculo de férias, descontos, diferenças retroativas, etc.

Uma solução de RH na nuvem traz rapidez no processo de fechamento da folha de pagamento. Imagine uma empresa de grande porte que ainda trabalha com sistema legados, os quais não oferecem controle pleno dos benefícios dos empregados: um erro em cálculo, por força de um sistema que não se atualiza com as mudanças na legislação, pode render meses de pagamentos incorretos.

Caso este colaborador, no futuro, perceba o erro e deseje ingressar com uma ação trabalhista, o uso de um sistema de RH de baixa qualidade pode custar uma indenização milionária à organização. Empresas de sucesso levam gestão de pessoas a sério.

Muitas empresas ainda calculam 13º e desconto por faltas, por exemplo, por meio de sistemas sem integração com ponto eletrônico. Há ainda as que realizam manualmente levantamentos para elaboração da rescisão de contrato.

A gestão de talentos deve ser compreendida como fator estratégico, contribuinte direto dos ou nos resultados corporativos. negligenciar esta realidade impacta diretamente na performance dos colaboradores e compulsoriamente nos resultados das instituições.

Imagine trocar essa rotina por uma solução em nuvem, auxilie e facilite na construção de processo mais claros e assertivos que levam a uma maior competitividade e redução de custos às organizações.

Siga-nos nas redes sociais e continue por dentro das principais novidades em gestão empresarial inteligente!

Daiane Rolim
Sem comentários.
Comente