Como os sistemas de gestão podem aumentar resultados

Sabe aquele ditado que menos é mais? Essa premissa é válida em vários casos, inclusive na gestão empresarial. Enquanto muitas empresas apostam na variedade de produtos e serviços (que requerem mais complexidade nos processos internos), outras preferem a simplicidade, optando pela tecnologia e pelos sistemas de gestão empresarial para chegarem a um modelo mais fácil de ser trabalhado, porém tão produtivo quanto. Mas, então, como é possível simplificar a gestão?

Simplicidade x complexidade

A atuação das empresas vem requerendo processos internos cada vez mais complexos. As novas tecnologias, o uso das redes sociais e da internet fazem com que os consumidores queiram todas as informações a seu alcance – e tudo precisa ser feito na hora. A diversidade de produtos e serviços também ajuda a complexificar a gestão organizacional, já que as empresas buscam sempre a inovação e procuram formas de se destacar perante a concorrência.

O problema é que toda essa complexidade faz com que os custos com gerenciamento aumentem, ao mesmo tempo que a margem de lucro diminui. Assim, a questão atual reside em como simplificar a gestão mantendo o patamar de bom atendimento, a qualidade dos produtos e serviços e a competitividade no mercado. Ou seja, como fazer essa transição para um sistema simplificado sem perder as qualidades da empresa.

Nesse contexto, a tecnologia é fundamental, pois permite integrar os diferentes departamentos da empresa e trabalhar em um modelo de cooperação.

Como simplificar a gestão 

Simplificar a gestão passa por alguns requisitos e todos eles envolvem a tecnologia. A implantação de softwares permite ter mais visão de mercado e organização, o que resulta em tomadas de decisão mais assertivas.

1. Utilize ferramentas online

Uma opção a ser considerada, especialmente por pequenas e médias empresas, são as ferramentas online. Elas costumam ser bastante simples e permitem que você obtenha as informações desejadas de qualquer lugar, desde que se tenha acesso à internet. Assim, basta observar as funcionalidades que a empresa necessita e quais a ferramenta oferece.

2. Identifique as necessidades da empresa

Antes de escolher uma ferramenta, é preciso pensar nas necessidades que a empresa possui. Por exemplo, o problema está na geração de relatórios? Ou é preciso ter um controle maior do estoque? Os pontos fracos da gestão são fundamentais no processo de simplificação dos sistemas de gestão empresarial. Escolher a ferramenta adequada resulta em mais produtividade e otimização do tempo.

3. Saiba quais setores exigem investimento

A gestão financeira passa por diversos elementos e não apenas pelo saldo de caixa positivo. O objetivo final é o crescimento do negócio e esse processo passar pelos investimentos. Quais setores requerem investimentos? O que pode ser simplificado? Como chegar à competitividade mercadológica por meio da simplicidade?

4. Explore as soluções SAP

Os sistemas SAP também podem ser importantes para a empresa. Oferecendo sistemas integrados de gestão empresarial, as soluções SAP permitem aos gestores terem mais controle sobre todos os elementos que envolvem o processo de gestão.

Tais softwares atuam diretamente na complexidade dos processos organizacionais, deixando-os mais simples e fáceis de serem compreendidos e gerenciados. Como resultado, a empresa torna-se mais eficaz em suas resoluções, o que garante maior vantagem competitiva perante os concorrentes.

Entre as vantagens de utilizá-los, podem ser citadas a unificação do controle da gestão e a otimização do tempo:

Unificação do controle da gestão

Um dos grandes problemas das empresas é usar diferentes sistemas para os mais diversos setores. Por exemplo, uma ferramenta é utilizada para o controle de estoques, outra para o fluxo de caixa e outra para a análise de dados. Além de dificultar a gestão, usar diferentes ferramentas pode causar divergência entre os dados.

Otimização do tempo

Simplificar a gestão significa reduzir a perda de tempo. Devido a integração entre dados e setores, o tempo necessário para a execução de algumas tarefas é reduzido, ficando mais fácil e rápido encontrar as informações desejadas e verificar a saúde financeira da empresa.

E você? Opta pela simplicidade ou pela complexidade na gestão? Conte aqui nos comentários.

Marcia Candiago
Sem comentários.
Comente