fbpx

Não é uma nuvem passageira, a Cloud Computing está se tornando um dos alicerces da transformação digital

Ele pesava 30 toneladas, tinha 5,5 metros de altura, 70 de comprimento e mais de 17 mil válvulas. Assim era o ENIAC (Electrical Numerical Integrator and Calculator), o primeiro computador do mundo, criado nos anos de 1940 para ser utilizado pelo Exército dos Estados Unidos. E além de todas as características estruturais, havia duas diferenças bem consideráveis em relação ao que conhecemos hoje: não tinha tela nem memória.

De lá para cá, as coisas mudaram muito, com um crescimento exponencial da tecnologia. Hoje, um simples pen-drive que você coloca no bolso pode armazenar uma quantidade de dados maior do que a soma de 10 ou mais computadores domésticos dos anos 1990. Mas se pararmos para pensar, o que existe de infraestrutura de TI atualmente nas empresas não fica muito longe do que podemos chamar de “atrasado”. Dependendo do tamanho da companhia, são necessários servidores que ocupam salas enormes, gerando custos gigantescos de energia elétrica, manutenção e mão de obra para suporte, entre outros itens.

É por isso que, gradualmente, organizações do mundo todo estão migrando para um outro formato de armazenamento de dados: a Cloud Computing (ou Computação em Nuvem). Costumo dizer para amigos e clientes que esta não é uma “nuvem passageira”, mas uma ferramenta que se tornará a curto prazo a principal forma de guardar informações. É uma das tendências tecnológicas que estão promovendo mudanças significativas: os dados não ficam registrados em um data center local, mas guardados em um servidor externo, podendo ser acessados de qualquer lugar e a qualquer momento, bastando ao usuário contar com senha de acesso e conexão à internet. Isso significa estabilidade, autonomia, velocidade, flexibilidade e facilidade para mudanças, mobilidade, melhor performance, mais memória disponível e menor custo. É trocar todo o investimento em espaços e equipamentos por um custo mensal para ter um serviço igual e até melhor.

Aí vem sempre aquela pergunta: e a segurança? Essa é uma preocupação de quem não conhece como funciona a lógica da nuvem normalmente utilizada pelas empresas. A segurança da informação é a principal característica desse sistema.

 

Online, offline e híbrido

A ITS Group, certificada e homologada pela SAP, disponibiliza para o mercado plataformas de negócios que funcionam no sistema on-premise (servidor local) ou hospedadas em servidores remotos. E mais do que fornecer sistemas compatíveis com a Cloud Computing, tem toda a expertise necessária para dar consultoria para encontrar qual é a melhor solução aos seus clientes, que, aliás, pode até ser híbrida, reunindo os dois formatos. A empresa deixa de se preocupar com as demandas exigidas para o funcionamento de um servidor próprio e pode se focar mais em soluções para o seu negócio. A responsabilidade fica toda com os profissionais da ITS Group para o suporte e melhorias em geral. E você sabia que a melhor plataforma de negócios do mercado, o SAP S/4 HANA, funciona também por nuvem? Ou seja, não há com que se preocupar em relação à eficácia da Cloud Computing.



Deixe uma resposta

Top