fbpx

Métodos ágeis: a velocidade na implantação de projetos de transformação digital faz muita diferença nos negócios

Equipe da ITS Group no estande instalado no Agile Trends 2019, em São Paulo (SP)

 

Como já é hábito da ITS Group, fomos uma das empresas participantes e patrocinadoras da edição de 2019 do evento mais relevante sobre métodos ágeis do Brasil: o Agile Trends, que neste ano aconteceu entre os dias 12 e 18 de abril, em São Paulo (SP).
Além do estande instalado para receber nossos clientes e mostrar como a metodologia é aplicada pela ITS, tivemos a oportunidade de assistir a palestras e painéis que reuniram especialistas convidados a falar de tendências e compartilhar suas experiências.

É visível que projetos dependentes de prazos maiores de realização estão perdendo território para métodos com respostas mais rápidas e assertivas. A velocidade com que o mercado move-se exige maior rapidez nas ações por parte das organizações, sob pena de não conseguirem dar continuidade aos seus negócios.
Por isso, no novo milênio, as metodologias ágeis têm ocupado mais espaço dentro da cultura e dos processos empresariais, sejam esses fabris, administrativos ou comerciais. Você já ouviu falar em Lean, Kanbam, Scrum, MVP, certo? Pois esses são exemplos de ferramentas de gestão baseadas nesse conceito.

E como entra a TI nesse cenário?

Aspectos como competitividade, novo perfil do consumidor, globalização, evolução tecnológica e disrupção obrigam as empresas a investirem em projetos de transformação digital. Estes, por sua vez, também devem ser aplicados com agilidade. Um exemplo: não se pode mais levar um tempo demasiado para criar e executar projetos de implantação de sistemas de gestão integrados, como o SAP. Por causa disso, aquele método tradicional de elaboração de projetos de TI, conhecido como Waterfall (Cascata), está sendo substituído mais e mais por outros que aceleram todo o processo, utilizando-se de elementos como a colaboração contínua do cliente, prototipagem e respostas rápidas a problemas.
Na ITS Group, aplicamos o modelo baseado no framework SAP Activate, que é a resposta da SAP ao mercado para a implantação ágil de plataformas de negócios. E a diferença é muito grande. O método tradicional, no qual há uma preparação inicial, com o mapeamento aprofundado, definição do escopo com aprovação e testes periódicos até a conclusão, leva em média um ano para ser concluído. Já o SAP Activate faz todo o processo em torno de cinco meses, sem nenhuma perda de qualidade.

Características dessa metodologia:

– A participação do cliente na elaboração do projeto é contínua.
– São promovidos workshops com o cliente, onde é apresentada uma solução com as melhores práticas de mercado.
– Ele pode aderir a 100% do especificado, até mesmo promovendo alterações em seus processos internos, a fim de se adaptar à solução.
– Também pode solicitar customizações, embora essas devam representar até 20% do projeto (para não afetar os prazos).

Quer saber mais sobre como agilizar projetos de transformação digital em sua empresa? Entre em contato com os especialistas da ITS Group, que dão a consultoria ideal para criar e executar soluções em plataformas de negócios, de forma veloz e flexível.

Autor: Ricardo Souza

 



Deixe uma resposta